Os monstros existem: Vamos falar sobre o TON 618, possivelmente o maior objeto de todo o universo conhecido

O universo é o lar de coisas grandes, muito grandes. Realmente grande. Existem estrelas milhares de vezes maiores que o Sol, capazes de causar supernovas que sacodem o próprio espaço. Mas você já se perguntou qual é o maior e mais massivo objeto que já vimos? Não estou falando de grupos de objetos como galáxias ou nebulosas, mas do maior objeto individual do universo que pudemos observar.


Esse objeto é chamado TON 618, e suas características são tão exageradas que os cientistas acham difícil acreditar em sua existência. Não é mais apenas o objeto em si, mas todos os efeitos que ele causa ao seu redor.

Um buraco negro maior que dez sistemas solares colocados lado a lado

O TON 618 é um buraco negro ultramassivo cuja massa é igual à de 66.000 milhões de sóis. Está a 18 bilhões de anos-luz de distância, mas o disco de acreção que gira em torno dele brilha tanto (tão brilhante quanto cem trilhões de estrelas) que podemos vê-lo da Terra. Há uma galáxia inteira ao seu redor, mas o TON 618 é brilhante demais para ser visto.

Portanto, estamos olhando para uma versão do TON 618 de 18 bilhões de anos atrás. E considerando que estamos falando de um buraco negro, hoje o TON 618 pode ser muito, muito maior do que o que estamos vendo em nosso céu.

Mas mesmo as medidas do TON 618 do passado remoto são impressionantes. O raio do próprio buraco negro a partir de seu horizonte de eventos é de 207 bilhões de km. É tão grande que caberiam onze sistemas solares como o nosso, lado a lado, dentro dele.

Outra maneira de tentar abranger mentalmente o tamanho desproporcional do TON 618 é a discutida em Kurzgesagt: uma partícula de luz presa no horizonte de eventos levaria uma semana para atingir a singularidade infinitesimal no centro.

Todos esses dados também nos permitem saber que o TON 618 foi formado quando o universo era muito jovem, “apenas” 3,4 bilhões de anos após o Big Bang. Desde então, ele absorve matéria prendendo-a em seu campo gravitacional, e não parará até que não haja literalmente mais nada para absorver.

Via Facebook Sociedad Astronomica Universal 

12 comentários:

  1. Pergunta idiota: Como ele tem 18 bilhões de anos e o universo 13 bilhões ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pergunta não é tão idiota, faz até sentido. Seu único equívoco é associar a distância dele até a Terra à idade dele (ele está a 18 bilhões de anos luz de distância da Terra). Mas acredito que seja um erro de redação, pois se assumirmos que a idade do universo foi medida corretamente em 13 bilhões de anos, a maior distância entre dois objetos no espaço também estará limitada a 13 bilhões de anos-luz.

      Excluir
    2. Concordo, sendo assim, o buraco negroe mais VELHO que o universo...kkkk

      Excluir
    3. Errado. Se dois objetos seguirem em direções opostas devido à expansão cósmica, a distância poderá sim ser maior do que a idade do universo.

      Excluir
    4. Se o universo está se expandido, ele estaria indo para ambos os lados, correto? Então nesse caso poderíamos ter 26 anos luz. E sou estou equivocado?

      Excluir
  2. Pergunta idiota: Como ele tem 18 bilhões de anos e o universo 13 bilhões ?

    ResponderExcluir
  3. Pergunta idiota: Como ele tem 18 bilhões de anos e o universo 13 bilhões ?

    ResponderExcluir
  4. Se o Universo tem "apenas" 14 bilhões de anos, como um pode objeto estar a 18 bilhões de anos luz?

    ResponderExcluir
  5. Vocês estão confundindo tempo com distância. 18 bilhões de anos-luz é uma medida de DISTÂNCIA.

    E essa distância é perfeitamente possível devido ao processo de expansão do universo (tecido do espaço-tempo) e que não é sujeito ao limite da velocidade da luz.

    ResponderExcluir
  6. A massa dele não seria bilhões de vezes a massa do sol?

    ResponderExcluir
  7. Vocês estão confundindo unidade de tempo e distância....Anos cronologicos e anos luz são diferentes unidades de medida. Anos luz é a distancia que a luz esta..... 1 ano luz corresponde a 9.46 trilhões de quilometros.

    ResponderExcluir
  8. Não é um buraco negro! É um Quasar! Supõe-se que tenha um buraco negro em seu interior. Mas é chute! Um Quasar na verdade emite energia, matéria e luz em todos os comprimentos e tipos de radiação. De alguma forma, Após algum tempo esta radiação diminui e surgem estrelas e galáxias. Acredita-se que existam Quasares no centro de galáxias mais jovens. Que tendem a desaparecer com o tempo.

    ResponderExcluir